25 a 28 de setembro

Campus Universitário Professor Darcy Ribeiro

A INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO PERCURSO DA FORMAÇÃO ACADÊMICA EM ENFERMAGEM: ENFOQUE NA COLETA DE DADOS

A coleta de dados é uma das etapas fundamentais da pesquisa e deve se nortear pelos princípios científicos e éticos das pesquisas envolvendo seres humanos. O estudo tem como objetivo descrever a experiência na coleta de dados vivenciada por duas acadêmicas do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), bolsistas de Iniciação Científica do Programa Institucional de Iniciação Científica (PROINIC). As orientandas e a orientadora do estudo, quantitativo, exploratório e descritivo, denominado “Qualidade de Vida dos Docentes dos Cursos de Graduação do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde de uma Universidade Pública de Minas Gerais”, se preocuparam, desde a concepção do projeto de pesquisa, com o rigor metodológico e ético. A coleta se iniciou em maio de 2013 e foi concluída recentemente. A população-alvo constituiu-se do universo dos docentes dos Cursos de Graduação: Ciências Biológicas Bacharelado/Licenciatura, Educação Física Bacharelado/Licenciatura, Medicina e Odontologia. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram o Instrumento Abreviado de Avaliação da Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde “WHOQOL-Bref”, que consiste na versão abreviada do WHOQOL-100, e o Questionário Sociodemográfico, sendo este analisado atenciosamente pelos pesquisadores e modificados após o pré-teste. No decorrer da coleta foram respeitados os preceitos éticos preconizados pela Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde: os sujeitos do estudo assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e a investigação foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Unimontes – Parecer Consubstanciado nº 173.395/2012. Apesar de todos os cuidados tomados, surgiram dificuldades intrínsecas à investigação: dificuldades de encontrar os docentes; necessidade de vários retornos às salas de aula/consultórios devido à ausência de alguns professores na primeira aplicação dos questionários e desmotivação quanto ao preenchimento dos instrumentos, julgando-os extensos. Avalia-se como valiosa a colaboração dos docentes no momento de aplicação dos instrumentos. Essa experiência contribuiu para o crescimento das acadêmicas, enquanto futuras pesquisadoras e para reforçar a relevância do planejamento metodológico como norteador da investigação.

1º Autor

Sarah Martins Souza

2º Autor

Lyssa Esteves Souza Souto

3º Autor

Cássio de Almeida Lima

4º Autor

Maria Aparecida Vieira

5º Autor

Fernanda Marques da Costa

Gerar PDF

PDFPDF